quarta-feira, maio 31, 2006

 

Tragam o Bolo Que Eu Bufo!


Pra todos aquele que me vão oferecer fraldas Lindor e uma arrastadeira no dia dos meus anos: ide-vos acasalar para longe! (vulgo f*d*r)- Se querem dar algo de útil, ao menos ofereçam-me uma dentadura! Eu até estava quietinha, mas já vi que me vão atiçar até fazer 50 anos. Por isso sim, sim sim...giro a cabeça 360 graus e não fico tonta. Vomito fel e sopa de ervilhas. Arroto enxôfre. Praguejo em sânscrito e aramaico! Agora deslarguem-me!!!

 

Eutanásia Psicológica


Arre, falta menos de uma semana para fazer quarenta anos! Quanto eu chinelei para chegar aqui e agora quero voltar para trás: manhêeeeee, quero colinho! Vou queimar os neurónios todos por cada segundo que passa até chegar às 6h00 do 06-06-06! Ainda se fosse o Anti-Cristo espirrava fogo e cuspia fel e amaldiçoava o maldito Registo Civil!
Será que vou amansar? Tornar-me Balzaquiana? Ver a vida numa outra perspectiva? Vou masé mandar tudo para os quintos dos infernos e se me arranjarem um bolo de anos como as 40 velas acesas e enfio a cara no bolo até ficar com falta de ar! Já devia ter idade para ter juízo, mas não tenho ... nem quero ter!
Amuei!

terça-feira, maio 30, 2006

 

De Saltos Altos


Não sei o que me deu hoje para me vestir de mulher: saia de seda pregueada estampada muito Carrie Bradshaw e uns escarpins de 11 cm de salto em crocodilo azul turquêsa -a mala a combinar! Mal saí de casa perdi o comboio descobri de imediato que foi má ideia, e já nessa altura pensava em descalçar-me! Quando me sentei na paragem do autocarro estavam uns mânfios a olhar para mim e a sorrir com a dentuça de fora - eu faço logo cara de estivador do tipo "levam com a mala nas trombas tarda nada caté arrotam a sardinha!" e eis que pára um eléctrico à minha frente: eu vejo o espetáculo: um verdadeiro travesti, ou pior: um homem vestido de mulher, ou pior: um orangotango de saltos altos!!! lá estava eu sentadinha de perna aberta com a bela saia de seda a ondular (corei! Raios, eu uso calças e sapatos rasos desde que tive o meu filho...e cruzei a pernoca com decoro, é claro!)
Já no trabalho saia e sapatinhos foram sensação, de tal forma que quando fui chamada ao patrão, a secretária estava a experimentar a sandalocha e eu entrei descalça (O boss nem deu conta mas as secretárias estavam histéricas a rirem-se e a outra ainda teve a lata de entrar no gabinete com as minhas sandálias...e eu descalça)...CARRIE: como és capaz de calcorrear as pedras da calçada em Manolos Blahniks?!
Aleluia, Praise de Lord...Freedom For The Feet!

domingo, maio 28, 2006

 

Querido Mudei a Caca - take 2

Só agora me apercebi as potencialidades...é melhor do que escrever uma carta ao Pai Natal!!!
Vou pedir às queridas que ponham no nosso terraço com vista para a baía de Cascais:
- O meu jacuzzi aquecido e embutido em madeira
- um mini ginásio com personal trainer (já que o marido não me comprou o ab king pro)
- um duche com hidromassagem
- uma piscina daquelas que se nada no mesmo sítio contra a corrente
- um solário
- uma tenda marroquina com chá, almofadas e tochas
- vegetação tropical
- um barbecue duplo (um para carne, outo para peixe)
- mesa, cadeiras e esperguiçadeiras de cerejeira
- um mini parque de diversões para os míudos
- matraquilhos, snooker e flipers
Depois logo me lembro de mais alguma coisa porque agora estou a ver "Loiras à Força".
VIZINHO:
pensa bem...mais vale ir ao Aki buscar o fogareiro, as esperguiçadeiras de plástico e a piscina insuflável!
HA-AH: eat this ou em português: morde-me!

 

Querido Mudei a Caca

Ponto da situação: Marido ontem foi à praia com filho.
Eu acabei de ler o livro. Vi "O cálice sagrado" - fiquei indignada.
Queixo-me muito. Marido foi ao supermercado.
Vi o "Monstro". O vizinho apareceu - ameacei-o com os meus germes malignos.
Aquele vizinho amante dos Monty Python ainda me põe mais maluca do que já sou:
Depois de ter tentado mudar o quarto com o "Querida Mudei a Casa", depois de nos ter infernizado pra mudar seja lá o que fôr com o "Querida Mudei a Casa" (eu cá sei do que gosto de ter em casa, não quero cá nenhuma querida), ele conseguiu!
Vem cá o "Querida Mudei a Caca" (eehhheheh) mudar o nosso quintal do condomínio! Quer dizer: vamos todos aparecer na televisão:eu cá vou pedir um jacuzzi no terraço e dizer mal do vizinho...sim, porque eu vou aparecer no "Querida Mudei a Caca"!!! Aquele malvado só para poupar uns trocos no Aki vai-nos encher o prédio de queridas!
Continuo a queixar-me e apareceu-me uma otite.
Marido hoje foi à praia com o filho!

sexta-feira, maio 26, 2006

 

Fiquei de Molho!

Deve ter sido castigo ou praga lançada por todos os amantes da praia! Logo a seguir ao meu post fui fulminada por um vírus - o sô dotô disse que era uma estirpe de influenza com amígdalite....safei-me de ir à praia!!!! Mas estou como se tivesse sido atropelada pelo Godzila, sinto-me uma baganha! Eu sou como aqueles cãezitos vadios pulguentos - carente de festinhas, atenção e mimos - mimem-me!!!
Mas cuidado que tal como eles sou muito mal adestrada e mordo sem mai nem menos!

Mana: beijo gandi pa ti...ti adoro!
Agora tu!
(Eheheheheh)

 

VAMOS A BANHOS....

ODEIO PRAIA! É um facto!
E quando o meu marido me diz "sábado vamos à praia" é mais do que um facto, é uma ameaça. E como se não chegasse, continua a tortura psicológica: e depois vamos ao supermercado e depois vamos ao IKEA (!!!!!) e depois voltamos para casa para dormir a sesta.
Motivos para eu odiar a praia:
1- tenho que fazer depilação e fico cheia de alergia.
2- sem excepção há discussão com o meu marido porque me atrasei.
3- detesto sentir a água salgada a picar no corpo.
4- odeio areia agarrada em todo o lado.
5- não tenho disposição para andar por ali a abanar as banhas.
6- tenho banhas.
7- e celulite!
8- com uma pontinha de sol apanho escaldão.
9- há muita mulher na praia bem-feitinha que me faz sentir miserável.
10- o puto não para e lá vou eu a abanar a gelatina atrás dele.
Motivos para eu gostar de ir à praia:
1- o iodo faz muito bem ao meu filho e o sol faz bem ao meu marido e ambos gostam muito de ir à praia conviver com toda a vizinhaça que lá vai parar.
2- como acho que o ponto 1. não é suficiente para eu ter que ir à praia diria: NENHUM!
O pior pesadelo depois de estalar ao sol e ter de ir fazer xixi ao mar e molhar-me toda e coçar-me com o sal e sentir-me nojenta: uma ida ao IKEA!
ODEIO O IKEA! Porque é tudo piroso, porque me farto de andar, porque costuma haver discussão e porque no fim parece que fui a Fátima a pé e já chego á caixa ressequida e rastejante(e geralmente sem ter comprado seja o que for de jeito)
Por isso, acho que vou ter um bom fim de semana, olá se vou!!!

quinta-feira, maio 25, 2006

 

PARABÉNS à mãe mais linda do mundo...à minha!

AVISO: Para quem pense que isto vai ser uma lamechice pegada, vais mesmo!

MÃE: tu estás por todo o mundo, é a isto que se chama internet. Todas as pessoas que têm computador podem ver isto e eu quero dizer ao mundo inteiro QUE TENHO UMA MÃE SENSACIONAL! Era uma rapariguinha de 21 anos quando me teve e eu sempre fui muito ruinzinha. A minha mãe é um exemplo de sensibilidade e bom senso. Não se irrita, não se zanga, não critica e está lá sempre para dar conselhos ou colo. Sempre me lembro dela como uma pessoa calma e doce (bem, corria atrás de mim com o chinelo mas rararmente me apanhava). Lembro-me dela cantar quando estava aborrecida com alguma coisa (o que eu sempre achei muito estranho!). Lembro-me dela já nos seus cinquenta aos saltos e pinotes pelo corredor fora como uma adolescente. E é isso que faz a minha mãe tão linda...continuas uma jovem bem disposta mãe! Ainda bem que a doença não te venceu e ainda bem que continuas a lutar. Ainda bem que dás os teus passeios matinais com o pai e que vais á ginástica e que vais todos os dias lanchar com as tuas amigas. Ainda bem que saio a ti em tudo (fora a parte da ginástica) mesmo quando nos chamam "batatinhas". Somos catitas, vaidosas, sabemos ouvir e responder, dar colo quando é preciso e uma "palmada" também!

Muitos parabéns pelos teus 61 anos mãe: CONTINUAS JOVEM E LINDA!

Um beijo muito grande da tua filha que te adora e admira!

P.S. para a mana - Hoje a senhora do "Anjo da Tabaqueira" bebeu um café e comeu um queque em homenagem aos anos da nossa mãe! ;-)

quarta-feira, maio 24, 2006

 

Ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro.

ALTURA DE BALANÇO!
Não quero saber se uso este blog para lavar as minhas misérias...eu estou em contagem decrescente para os 40! Diga-se que ficava uma bela placa R.I.P. com since 6-6-66 to 6-6-06. Mas não era justo para várias pessoas. Por isso vou infernizar este blog: Tive um filho? afirmativo.
Plantei uma àrvore? Lá no jardinzito da outra casa plantei várias coisas e como desbastava constantemente o maldito arbusto das flores de natal, ele ficou monstruoso a pontos de poder ser considerado uma árvore. Escrevi um livro? Tinha planos, mas á falta de melhor este blog serve?
Proponho a fazer uma antologia das décadas da minha vida: 10 / 20 / 30 e o primeiro dia do resto da minha vida.
Agora duas perguntas: alguém afirmou que aquilo da árvore do filho e do livro era só para homens (dito por um homem...acho que foi o meu marido) Pois eu gostava de ver o primeiro homem a aparir um filho - ter um filho implica dar á luz não? E amamentar? Certo? Perder cálcio? Dar-lhe os ossinhos e sangue e carne? é que os homens só lá depositam a semente e deduzo que não lhes custe assim tanto! A segunda questão é porque carga de água ao entrar nos quarenta passamos a meia-idade? Isso é um rótulo muito castrador, e eu não gosto nada! Portanto até ao dia 6 de Junho vou lamber a minha alma e infernizar toda a gente. Se eu passar o dia dos meu anos em coma-alcoólico no Hospital não estou cá, por isso não faço 40 anos, certo?
Marido acabou de telefonar a dizer que me ia dar uma novidade que me ia fazer sentir muito bem ao que eu argumentei: vais-me pagar uma plástica integral desde os fios dos cabelos até ás unhas dos pés? NÃO! Ganhaste o euromilhões e eu posso ir derreter o dinheirinho todo para o Freeport? NÃO!
http://www.adexo.pt/tabela.htm
Só pra eu saber que o meu IMC (?) estava normal - que o meu 1m60 era o correspondente aos meus 60 kg - e eu respondi já histérica: e achas que as calças que não me servem se interessam por isso???
Olhem, a senhora do anjo da tabaqueira lá continua á minha espera e lá leva os dois cigarritos matinais, mas nunca mais lhe paguei um bolo...não me consigo esquecer do caracol!

terça-feira, maio 23, 2006

 

A MENINA QUER...

Peço ao Pai-Natal , aquele fuínha traiçoeiro gordo e bêbado que me deve umas sapatilhas de bailarina desde os 9 anos (isso cria traumas para a vida!), á minha fada-madrinha preguiçosa alienada e desempregada com justa causa, aos meus queridos paizinhos, ao meu generoso marido...ARRE! A uma alminha que me faça a vontade. Apaixonei-me pelas peças de Orna Lalo http://www.laloorna.com/ que são caras-comó-caraças mas giras demais, são a minha cara e ficam-me muita bem!
Já agora...vou fazer 40 anos e ando a agonizar...ja não posso usar mini-saia abaixo da cueca (porque não serve nem na perna nem na cintura), preciso de refazer todo o meu guarda roupa por questão de necessidade e auto-estima (vaidade, digamos!). Preciso de cremes, MUITOS...essa coisa gordurosa, pegajosa e nojenta que promete tirar queixo-duplo, evaporar a celulite, diminuir um tamanho, enrijar barriga, aumentar e firmar peitos, pôr a cara como rabinho de bébe, tirar 10 anos das trombas (com duas bisnagas tiro 20...ah poisé),pôr o rabo hirto como pedra...para cada item corresponde um creme - necessário e caríssimo! Preciso arranjar os dentes que cairam (acho que passaram para o meu filho - tipo herança) e uma plástica á cara e ao pescoço assim como uma lipo aos abdominais e pernas tambem vinha a calhar. Por isso marido, se estiveres a ler, fica a saber que SIM...só sei queixar-me, mas tu não tens o exclusivo!!!

quinta-feira, maio 18, 2006

 

O Voo do Moscardo

Eu tenho fobias de estimação....uma delas é não poder ver traças e varejeiras a voar...dá-me um impulso incontrolável de as matar - as traças porque comem a minha roupa, as varejeiras porque largam ovos.
Acontece que entrou uma aqui no gabinete e como o meu computador se tinha finado e tava cá o amigo informático a tratar-lhe da saúde, lá vou eu em voo picado atrás da varejeira. O mal destes bichos é que não morrem à primeira porrada, por isso toca a desancar o insecto com um jornal até ficar uma polpa preta com asas. É claro que depois entro em paranóia porque tenho nojo e alguém tem de deitar aquilo para o lixo. Eu bem gritava aqui-del-rei, mas os meus dois colegas mais o chefe assistiam divertidos ao meu sapateado irlandês a solo. Vem mais assistência...de alta patente, que fica especado á porta perante tamanho espetáculo. Os sádicos dos meus colegas quando se aperceberam da minha fobia trataram logo do assunto - pegaram na varejeira e enfiaram-ma na mala juntamente com as mil coisas que já la estavam. Eu já não queria saber da alta patente à porta, gritava como uma condenada e agarrando na mala espalhei o conteúdo mesmo à porta e deparei com a cereja no topo do bolo: a varejeira em cima do meu estojo de maquilhagem...novo acesso de solo em blackmetal, gritava com toda a força dos pulmões. Por esta altura já estava o andar em peso a assistir á minha performance: QUE NOJOOOOOO....AAAAIIIIIII....TIREMMMMMM... e alguém se lembra: o maço de tabaco dela? Eu antecipando a ataque sádico escondo o maço abero mas esqueci o movimento de xadrêz do meu chefe que se dirigia aos detritos espalhados no chão. Eu lanço-me em voo picado porque já não queria saber se era nojeira agarrar na varejeira e o resultado foi: placagem ao chefe, golpe de karaté da parte dele - ele cai no chão, eu bato com a cabeça na mesa e caio em cima dele esquecendo-me que estava de saias (altura dos aplausos).
Segundo acto: o meu chefe tem um ataque de riso e não se consegue levantar...eu atordoada com a pancada não me levanto, nem saio de cima dele...o meu colega resgata um maço de tabaco novinho que estava no chão. Em conluio com o meu chefe agarram na fita cola e colam a varejeira ao maço de tabaco e a uma nota de 20 euros que tambem tinha saltado da mala.
- Deliberação do chefe: hoje não fuma nem almoça!
- Veredicto final do informático: coitadinha da bixinha, ainda tem as patinhas a mexer!
- Para que conste: Quem quer faz, quem não quer manda!
- Grande final: o chefe acusa-me de assédio sexual. Eu contra-acuso com processo de tortura psicológica. A varejeira morreu mesmo.

sexta-feira, maio 12, 2006

 

142 de Q.I.

Há um teste de Q.I. que eu gramo á brava...jogo nele como os viciados no "solitário", e porquê?!
You scored 142 on Tickle's IQ test. This means that based on your answers, your IQ score is between 132 and 142. Most people's IQs are between 70 and 130. QUER DIZER QUE SOU MUITO INTELIGENTE...Á BRAVA!
Esta coisa é parecida com aquila mania dos homens de medirem "o dito cujo" quando não estão muito seguros da sua masculinidade...inseguranças!
Eu podia ter um blog daqueles em que se comenta a política e a economia mundial, ou mesmo onde se aprofunda com erudição a importância do oboé na composição da música clássica.
A verdade é que desde que tive o meu filho fiquei embrutecida e assisto fanáticamente ao canal Panda. Estou apta a dissertar sobre Doraemon IV, Doremi II, o Clube Winx, a Ladra Meimi, Digimon III ou mesmo Beyblade G. Revolution - mas perguntem-me quem é o Ministro das Finanças... pois é! Telejornal é o ruído de fundo enquanto janto de costas voltadas para a televisão...vejo o concurso "A Herança", acho que é assim que se chama (aquele do Malato), e costumo acertar o que me dá bastante satisfação intelectual.
Quanto aos 142 de Q.I. - FIZ BATOTA!

 

O Anjo da Tabaqueira

Há dias assim - uns do demo, outros em que somos "anjos".
Eu não tenho pudores de falar seja com quem for, os ditos "malucos" que falam sozinhos, ou mesmo indigentes. Todos os dias quando ia apanhar o comboio, uma senhora que se notava ter uma cara "apanhada" me pedia um cigarro. Eu dei 2. No segundo dia dei 2. No terceiro ela ja estava a achar história e disse que eu era um anjo, ao que respondi: sou o anjo da tabaqueira, porque se fosse um anjo não lhe estava a dar cigarros mas algo bem melhor. Agora tornou-se um ritual, todos os dias lhe dou 2 cigarros e falamos até chegar o comboio.
Pessoas que são rotuladas "malucas" têm coisas bastante interessantes para dizer - Outro dia voltarei a falar do assunto.
Hoje cheguei mais cedo e convidei-a para tomar o pequeno-almoço comigo, ao que ela ficou encantada. Eu já salivava a olhar para o caracol e a imaginar a fruta cristalizada. Quando lhe disse para escolher um bolo ela pediu um queque, e eu já afinfava antecipadamente o caracol...ela hesita e pede o caracol! Só havia um!
Toma lá anjo...comeste um bolo de porcaria!

quarta-feira, maio 10, 2006

 

Sogra não é parente...é praga!

Sogra é um ser mutante e contagioso.... altamente!
As sogras a príncipio apalpam o terreno e depois lançam as sementes - da discórdia! Como dizia um sujeito que eu tenho em elevada estima depois deste comentário: "As sogras são como as batatas, só dão fruto debaixo da terra".
Há vários tipos de sogras, assim como as estirpes da gripe, e algumas podem chegar a ser mortíferas - perguntará o leitor: as sogras ou a gripe? Ambas!
Tal como a recente gripe das aves, as sogras podem chegar à pandemia, passo a explicar: em caso de divórcio o marido passa a ex, um ser distante, incolor e indolor, mas pasmem-se: a sogra fica! Ainda não perceberam? Dá-se o caso de se contrair segundo matrimónio, há um novo marido, mas a anterior sogra ficou, assim como cunhadas e afins - para o caso interessa a sogra! O segundo casamento não resulta e calha a encontrar-se nova pessoa compatível...e já lá vão três sogras!!! Agora imaginem a Elizabeth Taylor - 9 casamentos? 8 casamentos? (Tendo em conta os dois com o Richard Burton) Como geria ela a praga das sogras?

Algumas são simpáticas no príncipio, mas depois vão apurando e refinando a arte de "ser sogra" - afinal nós "roubamos-lhes o filho" e mai-nada!
Depois vem o direito adquirido dos netos... giros para mostrar e para exibir habilidades para os amigos e conhecidos (tipo cãozinho amestrado) mas tomar conta deles?!...ah hoje tenho cabeleireiro marcado e tal...reunião da Tuperware... combinei ir jogar canasta...

Segundo algumas opiniões eruditas (a do meu chefe) os avós não servem só para passear (vulgo mostrar) os netos, também servem para acudir em caso de aflição ou doença (concertos é para esquecer porque não é desculpa aceitável).
Eu nem tenho razão de queixa da minha sogra (não assim tanta) mas depois de uma tarde a tomar conta do meu filho doente veio a pergunta da praxe: "e amanhã pode ficar com ele?", ao que ela responde "já tinha combinado com uma amiga ir vender pirilampos mágicos"!!! (mas desmarcou...os pirilampos...)

E lembrem-se desta regra lapidar:
Nunca casem com um homem cuja mãe se chame Esperança...
Porque a Esperança é a última a morrer.

terça-feira, maio 09, 2006

 

As "ites"

Hoje estou com Alzheimer, jetlag e completamente zombificada!
Depois da festarola do infantário em estilo karaoke de bradar aos céus com as fífias e mau-gosto das mãezinhas estremozas - e eu ainda fui intimidada a subir ao palco mas depois de resgatar o meu filho olhei como um psicopata para a educadora e perguntei: quer que eu acabe com a sua festa? é que nem os parabéns a você sei cantar (mentirinha...canto e canto bem mas em versão blackmetal...os parabéns)- valeu!!! Fui a primeira mãmã a receber a prenda! Apesar do meu filho ter ido regatear com a educadora que era dele (ainda somos banidos!).
Depois foi directa noite dentro...o meu filho miava, urrava, gemia, chiava...até que ficou histérico e com tremores! Convidámos o Senhor Doutor para a festa: eram as ites - otite e amígdalite...só sei que entrei na twilight zone e às 4h30 da madrugada o little jonhy de 3 anitos estava a jogar às cartas (do Nemo, nada de poker) com pai. Eu por mim estava mumificada...e assim continuo e já são 17h25.
Ah...o tipo a quem eu agradeci a inspiração e gracioso piropo danou-se: afinal é Maltêz com "Z" de Zorro - para que conste.

segunda-feira, maio 08, 2006

 

Tenho um Blog!!!

Não sei para que serve um blog, mas deve ser coisa boa porque muito boa gente tem um!
Será uma espécie de Diário? De bode expiatóro? De prenúncio a um livro best seller?
Só pra dizer o que vai na alma? ou na bílis?
Então está bem...Tou pior que um ovo pôdre!
Este fim de semana fiz uma tentativa de trocar a roupa de Inverno pela de Verão - foi uma experiência traumatizante: além de serem só chaços, não me servem e agora vem o cerne da questão: Num ano (e sem dar conta) além de aumentar 10 kilos, vou aumentar uma década!!!
VOU PASSAR PARA OS QUARENTA! E não sou a Sharon Stone, e a roupa não me serve! Claro que faço batota no Photoshop, mas isso é o mesmo que alguém dizer "adoro os teus olhos azuis!" e uma pessoa está com lentes de contacto de cor...fatela, no mínimo!
Para culminar o ânimo e boa disposição tenho hoje a festinha do "dia da mãe" no infantário do meu filho...ALGUEM ME PERGUNTOU SE EU QUERIA IR? Coitada, a criança fica traumatizada...e eu?! O ano passado obrigaram-me a fazer a dança das cadeiras e eu bem tentava perder mas a maldita cadeira ficava sempre vazia á minha frente...já para não falar no lanchinho em que as mãmãs quase arracavam olhos para encher a barriga vazia há uma semana (parecia!). Ao menos deixem-se de hipocrisias e façam uma festa decente tipo "luta na lama com a educadora, as auxiliares e todas as mãmãs" Isso sim era diversão á séria!
Para estrear este meu blog vou acabar com uma citação de um amigo virtual, a mais catita da ultima década: "És valente e chique...a mais bela ranhosa!"
Bem hajas Maltês (agora já podemos escrever o nosso livro)

 

This page is powered by Blogger. Isn't yours?